One place for hosting & domains

      Alterar

      Como alterar a opacidade de uma imagem de fundo do CSS


      Com o CSS e o CSS3, é possível fazer muitas coisas, mas definir a opacidade em uma tela de fundo do CSS não é uma delas. No entanto, se você for criativo, existem várias alternativas criativas que darão a impressão de que a opacidade da imagem de fundo do CSS está sendo alterada. Ambos os métodos a seguir têm um excelente suporte de navegadores, indo até o Internet Explorer 8.

      Método 1: use o posicionamento absoluto e uma imagem

      Este método é exatamente o que parece. Você simplesmente usa o posicionamento absoluto em uma etiqueta img normal e faz com que a propriedade background-image do CSS pareça estar sendo usada. Tudo o que você precisa fazer é colocar a imagem dentro de um contêiner position: relative;. Aqui está como a marcação do HTML, no geral, se parece:

      <div class="demo_wrap">
        <h1>Hello World!</h1>
        <img src="https://www.xpresservers.com/wp-content/uploads/2020/09/How-to-Change-a-CSS-Background-Images-Opacity.png">
      </div>
      

      E aqui está como o seu CSS ficará:

      .demo_wrap {
          position: relative;
          overflow: hidden;
          padding: 16px;
          border: 1px dashed green;
      }
      .demo_wrap h1 {
          padding: 100px;
          position: relative;
          z-index: 2;
      }
      .demo_wrap img {
          position: absolute;
          left: 0;
          top: 0;
          width: 100%;
          height: auto;
          opacity: 0.6;
      }
      

      O truque aqui é colocar a imagem de forma absoluta e estendê-la de forma a preencher todo o contêiner pai. E posicionar todo o resto relativamente, para que seja possível definir um z-index que coloca tudo acima da imagem.

      Aqui está uma demonstração:

      Método 2: usando os pseudoelementos do CSS

      Este método já parece ser simples assim que você o vê, e é definitivamente minha maneira preferida de fazer isso. Usando os pseudoelementos do CSS :before ou :after, você aplica o div com uma imagem de fundo e define uma opacidade nela. Aqui está como sua marcação HTML irá ficar:

      <div class="demo_wrap">
        <h1>Hello World!</h1>
      </div>
      

      E aqui está como o CSS irá ficar:

         .demo_wrap {
          position: relative;
          background: #5C97FF;
          overflow: hidden;
      }
      .demo_wrap h1 {
          padding: 50px;
          position: relative;
          z-index: 2;
      }
      /* You could use :after - it doesn't really matter */
      .demo_wrap:before {
          content: ' ';
          display: block;
          position: absolute;
          left: 0;
          top: 0;
          width: 100%;
          height: 100%;
          z-index: 1;
          opacity: 0.6;
          background-image: url('https://www.xpresservers.com/wp-content/uploads/2020/09/How-to-Change-a-CSS-Background-Images-Opacity.png');
          background-repeat: no-repeat;
          background-position: 50% 0;
          background-size: cover;
      }
      

      Aqui, é necessário mover novamente o z-index do conteúdo (neste caso, o <h1>) para cima do pseudoelemento de fundo e também precisamos definir explicitamente position: absolute; e z-index: 1 no pseudoelemento :before.

      O resto dos atributos no pseudoelemento existem para posicioná-lo de forma a sobrepor 100% do pai, além de fazer uso de uma nova propriedade inteligente do CSS: background-size: cover que ajusta o fundo para cobrir o elemento sem alterar proporções. Aqui está uma pequena demonstração desse método:



      Source link

      Como Alterar a Configuração do Redis pela Linha de Comando


      Introdução

      O Redis é um datastore ou armazenamento de dados open-source de chave-valor na memória. O Redis possui vários comandos que lhe permitem fazer rapidamente alterações nas definições de configuração do servidor Redis. Este tutorial abordará alguns desses comandos e também explicará como tornar permanentes essas alterações de configuração.

      Como Utilizar Este Guia

      Este guia está no formato de referência rápida com trechos de linha de comando independentes. Recomendamos que você pule para qualquer seção que seja relevante para a tarefa que você está tentando concluir.

      Os comandos mostrados neste guia foram testados em um servidor Ubuntu 18.04 executando a versão 4.0.9 do Redis. Para configurar um ambiente semelhante, você pode seguir o Passo 1 do nosso guia Como Instalar e Proteger o Redis no Ubuntu 18.04. Vamos demonstrar como esses comandos se comportam executando-os com redis-cli, a interface de linha de comando do Redis. Observe que se você estiver usando uma interface Redis diferente — Redli, por exemplo — a saída exata de certos comandos pode ser diferente.

      Esteja ciente de que os bancos de dados Redis gerenciados normalmente não permitem que os usuários alterem o arquivo de configuração. Se você estiver trabalhando com um banco de dados gerenciado da DigitalOcean, os comandos descritos neste guia resultarão em erros.

      Alterando a Configuração do Redis

      Os comandos descritos nesta seção alterarão o comportamento do servidor Redis apenas durante a sessão atual ou até você executar o comando config rewrite, o que os tornará permanentes. Você pode alterar o arquivo de configuração Redis diretamente, abrindo e editando-o com o seu editor de texto preferido. Por exemplo, você pode usar o nano para fazer isso:

      • sudo nano /etc/redis/redis.conf

      Atenção: O comando config set é considerado perigoso. Ao alterar seu arquivo de configuração do Redis, é possível que seu servidor Redis se comporte de maneiras inesperadas ou indesejáveis. Recomendamos que você execute o comando config set apenas se estiver testando seu comportamento ou se tiver certeza absoluta de que deseja fazer alterações na configuração do Redis.

      Pode ser do seu interesse renomear este comando (veja o Passo 5) para algo com menor probabilidade de ser executado acidentalmente.

      O config set permite que você reconfigure o Redis em tempo de execução sem precisar reiniciar o serviço. Ele usa a seguinte sintaxe:

      • config set parâmetro valor

      Por exemplo, se você quisesse alterar o nome do arquivo de dump de banco de dados que o Redis produzirá depois de executar um comando save, você poderia executar um comando como o seguinte:

      • config set "dbfilename" "novo_arquivo.rdb"

      Se a alteração na configuração for válida, o comando retornará OK. Caso contrário, ele retornará um erro.

      Nota: Nem todos os parâmetros no arquivo redis.conf podem ser alterados com uma operação config set. Por exemplo, você não pode alterar a senha de autenticação definida pelo parâmetro requirepass.

      Tornando Permanentes as Alterações de Configuração

      O config set não altera permanentemente o arquivo de configuração da instância do Redis; apenas altera o comportamento do Redis em tempo de execução. Para editar o redis.conf após executar o comando config set e tornar permanente a configuração da sessão atual, execute config rewrite:

      Este comando faz o possível para preservar os comentários e a estrutura geral do arquivo redis.conf original, com apenas alterações mínimas para corresponder às configurações usadas atualmente pelo servidor.

      Assim como o config set, se a reescrita for bem-sucedida, o config rewrite retornará OK.

      Verificando a Configuração do Redis

      Para ler os parâmetros de configuração atuais de um servidor Redis, execute o comando config get. O config get utiliza um único argumento, que pode ser uma correspondência exata de um parâmetro usado no redis.conf ou um glob pattern. Por exemplo:

      Dependendo da sua configuração do Redis, este comando pode retornar:

      Output

      1) "repl-ping-slave-period" 2) "10" 3) "repl-timeout" 4) "60" 5) "repl-backlog-size" 6) "1048576" 7) "repl-backlog-ttl" 8) "3600" 9) "repl-diskless-sync-delay" 10) "5" 11) "repl-disable-tcp-nodelay" 12) "no" 13) "repl-diskless-sync" 14) "no"

      Você também pode retornar todos os parâmetros de configuração suportados pelo config set executando config get *.

      Conclusão

      Este guia detalha os comandos redis-cli usados para fazer alterações no arquivo de configuração de um servidor Redis em tempo real. Se houver outros comandos, argumentos ou procedimentos relacionados que você queira ver neste guia, peça ou faça sugestões nos comentários abaixo.

      Para obter mais informações sobre comandos Redis, consulte nossa série de tutoriais Como Gerenciar um Banco de Dados Redis.



      Source link