One place for hosting & domains

      Distribuição

      Como Instalar a Distribuição Anaconda Python no Ubuntu 20.04


      Introdução

      O Anaconda é um gerenciador de pacotes de código aberto, gerenciador de ambiente e distribuição das linguagens Python e R. Ele é usado geralmente para ciência de dados, aprendizagem de máquina, processamento de dados em grande escala, computação científica e análise preditiva.

      Oferecendo uma coleção de mais de 1000 pacotes de ciência de dados, o Anaconda está disponível tanto em versões gratuitas quanto em versões empresariais pagas. A distribuição Anaconda vem com o utilitário de linha de comando conda. Você pode aprender mais sobre o Anaconda e o conda, lendo a Documentação oficial do Anaconda.

      Este tutorial irá guiá-lo através da instalação da versão Python 3 do Anaconda em um servidor Ubuntu 20.04.

      Pré-requisitos

      Antes de iniciar este guia, você deve ter um non-root user com privilégios sudo configurado no seu servidor.

      Você pode conseguir este pré-requisito completando nosso tutorial configuração de servidor inicial do Ubuntu 20.04.

      Instalando o Anaconda

      A melhor maneira de instalar o Anaconda é baixar o script bash de instalação do Anaconda, verificá-lo e, em seguida, executá-lo.

      Encontre a versão mais recente do Anaconda para Python 3 na página Anaconda Downloads. No momento em que este artigo foi escrito, a versão mais recente é a 2020.02, mas você deve usar a última versão estável se ela estiver disponível.

      Em seguida, mude para o diretório /tmp, em seu servidor. Este é um bom diretório para baixar itens temporários como o script bash do Anaconda, que não vamos mais precisar depois de executá-lo.

      Use o curl para baixar o link que você copiou do site do Anaconda. Vamos usar a saída para enviar para um arquivo chamado anaconda.sh para um uso mais rápido.

      • curl https://repo.anaconda.com/archive/Anaconda3-2020.02-Linux-x86_64.sh --output anaconda.sh

      Agora, podemos verificar a integridade de dados do instalador com a verificação criptográfica de hash através do checksum SHA-256. Vamos usar o comando sha256sum junto com o nome do arquivo do script:

      Você receberá uma saída que se parece com esta:

      Output

      2b9f088b2022edb474915d9f69a803d6449d5fdb4c303041f60ac4aefcc208bb anaconda.sh

      Você deve verificar a saída contra os hashes disponíveis na página Anaconda with Python 3 on 64-bit Linux para sua versão apropriada do Anaconda. Assim que sua saída corresponder ao hash exibido na linha sha2561, você pode continuar.

      Agora, podemos executar o script:

      Você receberá o seguinte resultado:

      Output

      Welcome to Anaconda3 2020.02 In order to continue the installation process, please review the license agreement. Please, press ENTER to continue >>>

      Pressione ENTER para continuar e, em seguida, pressione ENTER para ler toda a licença. Assim que terminar de ler a licença, você será solicitado a aprovar os termos da mesma:

      Output

      Do you approve the license terms? [yes|no]

      Assim que você concordar, digite yes.

      Neste ponto, você será solicitado a escolher a localização da instalação. Você pode pressionar ENTER para aceitar a localização padrão ou especificar uma localização diferente para modificá-la.

      Output

      Anaconda3 will now be installed into this location: /home/sammy/anaconda3 - Press ENTER to confirm the location - Press CTRL-C to abort the installation - Or specify a different location below [/home/sammy/anaconda3] >>>

      O processo de instalação irá continuar. Observe que isso pode levar algum tempo.

      Quando a instalação for concluída, você receberá a seguinte saída:

      Output

      ... Preparing transaction: done Executing transaction: done installation finished. Do you wish the installer to initialize Anaconda3 by running conda init? [yes|no] [no] >>>

      Digite yes para que você possa inicializar o Anaconda3. Você receberá uma saída que informa as alterações feitas em vários diretórios. Uma das linhas que você receber o agradecerá por instalar o Anaconda.

      Output

      ... Thank you for installing Anaconda3! ...

      Agora, você pode ativar a instalação, fazendo um source no arquivo ~/.bashrc:

      Assim que tiver feito isso, você será levado ao ambiente de programação padrão de base do Anaconda, e seu prompt de comando mudará para o seguinte:

      Embora o Anaconda venha com este ambiente de programação padrão de base, você deve criar ambientes separados para seus programas e mantê-los isolados um do outro.

      Você pode ainda verificar sua instalação fazendo o uso do comando conda, por exemplo com list:

      Você receberá a saída de todos os pacotes que você tem disponível através da instalação do Anaconda.

      Output

      # packages in environment at /home/sammy/anaconda3: # # Name Version Build Channel _ipyw_jlab_nb_ext_conf 0.1.0 py37_0 _libgcc_mutex 0.1 main alabaster 0.7.12 py37_0 anaconda 2020.02 py37_0 ...

      Agora que o Anaconda está instalado, podemos seguir em frente para a configuração dos ambientes dele.

      Configurando Ambientes do Anaconda

      Os ambientes virtuais do Anaconda lhe permitem manter projetos organizados pelas versões do Python e pelos pacotes necessários. Para cada ambiente do Anaconda que você configurar, especifique qual versão do Python usar e mantenha todos os arquivos de programação relacionados dentro desse diretório.

      Primeiro, podemos verificar para ver quais versões do Python estão disponíveis para que possamos usar:

      Você receberá uma saída com as diferentes versões do Python que você pode focar, incluindo tanto versões do Python 3 quanto do Python 2. Como estamos usando o Anaconda com o Python 3 neste tutorial, você terá acesso apenas às versões de pacotes do Python.

      Vamos criar um ambiente usando a versão mais recente do Python 3. Podemos conseguir isso atribuindo a versão 3 ao argumento python. Vamos chamar o ambiente de my_env, mas você pode usar um nome mais descritivo para o ambiente, especialmente se você estiver usando ambientes para acessar mais de uma versão do Python.

      • conda create --name my_env python=3

      Você receberá uma saída com informações sobre o que está baixado e quais pacotes serão instalados, e, em seguida, será solicitado a prosseguir com y ou n. Assim que você concordar, digite y.

      A utilitário conda agora irá obter os pacotes para o ambiente e informá-lo assim que estiver concluído.

      Você pode ativar seu novo ambiente digitando o seguinte:

      Com seu ambiente ativado, seu prefixo do prompt de comando irá refletir que você não está mais no ambiente base, mas no novo ambiente que você acabou de criar.

      Dentro do ambiente, você pode verificar se você está usando a versão do Python que você tinha intenção de usar:

      Output

      Python 3.8.2

      Quando você estiver pronto para desativar seu ambiente do Anaconda, você pode fazer isso digitando:

      Observe que você pode substituir a palavra source por . para obter os mesmos resultados.

      Para focar em uma versão mais específica do Python, você pode passar uma versão específica para o argumento python, como 3.5, por exemplo:

      • conda create -n my_env35 python=3.5

      Você pode inspecionar todos os ambientes que você configurou com este comando:

      Output

      # conda environments: # base * /home/sammy/anaconda3 my_env /home/sammy/anaconda3/envs/my_env my_env35 /home/sammy/anaconda3/envs/my_env35

      O asterisco indica o ambiente ativo atual.

      Cada ambiente que você criar com o conda create virá com vários pacotes padrão:

      • _libgcc_mutex
      • ca-certificates
      • certifi
      • libedit
      • libffi
      • libgcc-ng
      • libstdcxx-ng
      • ncurses
      • openssl
      • pip
      • python
      • readline
      • setuptools
      • sqlite
      • tk
      • wheel
      • xz
      • zlib

      Você pode acrescentar pacotes adicionais, como o numpy por exemplo, com o seguinte comando:

      • conda install --name my_env35 numpy

      Se você já sabe que você gostaria de um ambiente numpy após a criação, você pode focá-lo em seu comando conda create:

      • conda create --name my_env python=3 numpy

      Se você não estiver mais trabalhando em um projeto específico e não tiver mais necessidade do ambiente associado, você pode removê-lo. Para fazer isso, digite o seguinte:

      • conda remove --name my_env35 --all

      Agora, quando você digitar o comando conda info --envs, o ambiente que você removeu não será mais listado.

      Atualizando o Anaconda

      Você deve garantir regularmente que o Anaconda esteja atualizado para que você esteja trabalhando com todas as versões mais recentes do pacote.

      Para fazer isso, você deve primeiro atualizar o utilitário conda:

      Quando solicitado a fazer isso, digite y para continuar com a atualização.

      Assim que a atualização do conda estiver concluída, você pode atualizar a distribuição do Anaconda:

      Novamente, quando solicitado a fazer isso, digite y para continuar.

      Isso garantirá que você esteja usando as versões mais recentes do conda e do Anaconda.

      Desinstalando o Anaconda

      Se você não estiver mais usando o Anaconda e achar que você precisa desinstalá-lo, você deve começar com o módulo anaconda-clean, que removerá arquivos de configuração para quando você desinstalar o Anaconda.

      • conda install anaconda-clean

      Digite y quando solicitado a fazer isso.

      Assim que ele estiver instalado, você pode executar o seguinte comando: Você será solicitado a responder y antes de excluir cada um deles. Se você preferir não ser solicitado a confirmar, adicione --yes ao final do seu comando:

      Isso também criará uma pasta de backup chamada .anaconda_backup em seu diretório home:

      Output

      Backup directory: /home/sammy/.anaconda_backup/2020-05-06T024432

      Agora, remova o diretório do Anaconda inteiro digitando o seguinte comando:

      Por fim, você pode remover a linha PATH do seu arquivo .bashrc que o Anaconda adicionou. Para fazer isso, primeiro abra um editor de texto como o nano:

      Em seguida, vá para o final do arquivo (se esta é uma instalação recente) ou digite CTRL + W para procurar pelo Anaconda. Exclua ou comente este bloco do Anaconda:

      /home/sammy/.bashrc

      ...
      # >>> conda initialize >>>
      # !! Contents within this block are managed by 'conda init' !!
      __conda_setup="$('/home/sammy/anaconda3/bin/conda' 'shell.bash' 'hook' 2> /dev/null)"
      if [ $? -eq 0 ]; then
          eval "$__conda_setup"
      else
          if [ -f "/home/sammy/anaconda3/etc/profile.d/conda.sh" ]; then
              . "/home/sammy/anaconda3/etc/profile.d/conda.sh"
          else
              export PATH="/home/sammy/anaconda3/bin:$PATH"
          fi
      fi
      unset __conda_setup
      # <<< conda initialize <<<
      

      Quando você terminar de editar o arquivo, digite CTRL + X para sair e y para salvar alterações.

      O Anaconda está removido do seu servidor agora. Se você não desativou o ambiente de programação base, você pode sair e entrar novamente no servidor para removê-lo.

      Conclusão

      Este tutorial o conduziu pela instalação do Anaconda, trabalhando com o utilitário de linha de comando conda, configurando ambientes, atualizando o Anaconda e excluindo o Anaconda se você não precisar mais dele.

      Você pode usar o Anaconda para ajudá-lo a gerenciar workloads para ciência de dados, computação científica, análise e processamento de dados em larga escala. A partir daqui, você pode verificar nossos tutoriais de análise de dados e aprendizado de máquina para aprender mais sobre várias ferramentas disponíveis para usar e projetos que você pode fazer.

      Também temos um ebook de aprendizado de máquina gratuito disponível para download, Python Machine Learning Projects.



      Source link